23/05/2024 às 13h30min - Atualizada em 23/05/2024 às 13h30min

​Por que há predominância de Bordeaux entre os vinhos franceses?

Redação

Redação brzerodois

Se os leitores prestarem atenção ao mercado nacional, ou mesmo sul-americano, de vinhos e o que eles oferecem, perceberão que há uma predominância de Bordeaux entre os vinhos franceses. E vou mais além: os produtores locais, exceto os uruguaios, se inspiram mais em Bordeaux para produzir seus vinhos. Basta ver a preponderância do chamado “corte bordalês” (cabernet sauvignon, merlot e cabernet franc/petit verdot). A história desta supremacia, digamos assim, se deve a qualidade dos seus vinhos, o que é inegável, mas também ao mercado inglês, que ditou e continua ditando as regras de consumo.

Para compreender a predominância dos vinhos de Bordeaux no cenário mundial, precisamos fazer uma viagem no tempo e no espaço, entendendo como a história, a geografia e o comércio contribuíram para a ascensão e manutenção desse domínio.

História da Supremacia de Bordeaux
A história da supremacia de Bordeaux no mundo dos vinhos é rica e complexa, enraizada em séculos de tradição, habilidade e, claro, no contexto histórico que favoreceu sua ascensão. Bordeaux pertenceu à Inglaterra de 1154 até 1472. Durante esse período, conhecido como a Aquitânia inglesa, o vinho de Bordeaux era essencialmente um “vinho inglês”. A qualidade dos vinhos de Bordeaux já era notável, mas a falta de concorrência na Bretanha impulsionou ainda mais sua popularidade.

Os vinhos de Bordeaux começaram a ganhar destaque internacional graças à posição estratégica de seus portos e à expertise dos ingleses em comércio. A frota naval inglesa, uma das mais poderosas da época, facilitava a distribuição do vinho de Bordeaux por toda a Europa. Com isso, o vinho de Bordeaux ganhou reputação e mercado, tornando-se uma escolha preferida entre os nobres e comerciantes europeus.

Influência do Mercado Inglês
O comércio dominado pelos ingleses foi um fator crucial para a disseminação dos vinhos de Bordeaux. O vinho era exportado em grandes quantidades para a Inglaterra, onde foi rapidamente adotado pela elite. A popularidade dos vinhos de Bordeaux na corte inglesa ajudou a consolidar sua reputação de qualidade. Até hoje, essa tradição persiste, com os consumidores ingleses mantendo um apreço especial pelos vinhos dessa região.

Com a estabilidade política e econômica que se seguiu à Guerra dos Cem Anos, os comerciantes de Bordeaux continuaram a expandir seus mercados, atingindo novos territórios e consolidando sua presença global. Hoje, o vinho de Bordeaux é facilmente encontrado em qualquer supermercado do mundo, uma prova da duradoura influência do mercado inglês sobre o consumo global.

Diversidade e Qualidade
A região de Bordeaux é composta por mais de 4 mil produtores de vinhos que oferecem uma variedade impressionante de rótulos, desde os renomados Premiers Crus até os mais acessíveis Petit Chateaux, que podem ser encontrados por menos de R$ 100 no Brasil. Essa diversidade permite que Bordeaux atenda a diferentes gostos e orçamentos, contribuindo para sua predominância no mercado.

Um dos fatores que tornam os vinhos de Bordeaux tão especiais é o seu potencial de envelhecimento. Graças a uma combinação única de solo, geografia, clima e variedades de uva, os vinhos de Bordeaux têm uma capacidade excepcional de envelhecer bem, alguns podendo durar de 20 a 30 anos. Essa longevidade é atribuída à sua estrutura, que, conforme explicado por Fábio Grassioto em seu blog "Que Vinho", é a arquitetura que agrega todos os componentes de um vinho. Os taninos e a acidez são os principais componentes dessa arquitetura que contribuem para a longevidade dos vinhos.

A Versatilidade dos Vinhos de Bordeaux
Além dos famosos vinhos tintos, Bordeaux também é conhecido por seus excelentes vinhos brancos. Os vinhos brancos de Bordeaux são versáteis e podem acompanhar uma ampla gama de pratos, tornando-os uma escolha popular para refeições sofisticadas. Essa versatilidade é outro fator que contribui para a predominância de Bordeaux no mercado de vinhos.

Os produtores de Bordeaux são mestres em criar blends, combinando diferentes variedades de uvas para produzir vinhos com sabores complexos e equilibrados. O famoso "corte bordalês", que geralmente inclui cabernet sauvignon, merlot e cabernet franc, é um exemplo perfeito dessa arte. Essa capacidade de criar vinhos com perfis de sabor variados e sofisticados torna Bordeaux uma referência para produtores de vinho em todo o mundo.

Impacto no Mercado Nacional e Sul-Americano
A influência de Bordeaux não se limita à Europa. No mercado nacional e sul-americano, os produtores locais se inspiram nos métodos de Bordeaux para produzir seus vinhos. A predominância do “corte bordalês” é evidente, com muitos vinhedos adotando essas variedades de uvas para criar seus próprios blends. Essa tendência é especialmente notável no Brasil e na Argentina, onde os produtores buscam replicar o sucesso e a qualidade dos vinhos de Bordeaux.

No entanto, vale destacar que o Uruguai é uma exceção notável. Os produtores uruguaios têm uma preferência distinta pela uva tannat, que se adapta perfeitamente ao terroir local. Apesar dessa diferença, a influência de Bordeaux ainda é perceptível no estilo e na técnica de vinificação utilizados pelos produtores uruguaios.

A Estratégia de Marketing e Distribuição
A supremacia de Bordeaux também é mantida por estratégias eficazes de marketing e distribuição. A região investe significativamente em promover seus vinhos em mercados internacionais, participando de feiras e eventos de vinhos em todo o mundo. Essa presença constante no cenário global ajuda a manter a marca Bordeaux no topo das preferências dos consumidores.

Os canais de distribuição bem estabelecidos garantem que os vinhos de Bordeaux estejam disponíveis em praticamente todos os mercados. Desde os supermercados até as lojas especializadas, a acessibilidade dos vinhos de Bordeaux contribui para sua popularidade contínua.

Em última análise, a predominância de Bordeaux entre os vinhos franceses é resultado de uma combinação de fatores históricos, geográficos, econômicos e culturais. A qualidade inegável dos seus vinhos, aliada à influência histórica do mercado inglês, criou uma base sólida para o sucesso global de Bordeaux. A diversidade de rótulos, a capacidade de envelhecimento, a versatilidade e as estratégias eficazes de marketing e distribuição continuam a garantir que os vinhos de Bordeaux mantenham sua posição de destaque no mercado mundial de vinhos.

Neste contexto, é fácil entender por que os vinhos de Bordeaux são tão apreciados e por que tantos produtores em todo o mundo, especialmente na América do Sul, se inspiram nessa renomada região. Um bom Bordeaux, acessível e de alta qualidade, é sempre uma escolha bem-vinda para qualquer amante de vinhos.


Link
    Tags »
    Notícias Relacionadas »
    Comentários »
    Comentar

    *Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brzerodois.com.br/.
    Fale pelo Whatsapp
    Atendimento
    Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp